Como Fazer Bom Vinho Caseiro

Homemade Wine GoodFazer vinho em casa não é uma tarefa difícil e pode tornar-se um passatempo interessante. Tendo em conta os meios que as quintas utilizam no fabricam dos seus melhores rótulos, hoje em dia dificilmente um vinho caseiro conseguirá alcançar o nível de qualidade dos vinhos DOC ou IPR, mas talvez consiga competir com os vinhos de mesa que também se encontram no supermercado. De qualquer forma, terá sempre a satisfação de beber o seu próprio vinho, feito por si.

A quantidade de vinho a fazer vai depender igualmente da quantidade de uvas disponível. Nas zonas rurais, muitas pessoas, além de manterem uma pequena vinha perto de casa, têm acesso a pequenos lagares e prensas próprios ou familiares, bem como uma ou mais pipas, ao ponto de fabricarem vinho suficiente para encherem dezenas de garrafas. Independentemente da quantidade, e de uma forma genérica, o processo de fazer vinho em casa é o seguinte:

  • Lavar as uvas e prensá-las. A tradição manda pisar e depois utilizar uma prenda de lagar, para garantir que o sumo é bem extraído.
  • Deixar as uvas num recipiente aberto, entre 1 a 2 dias. Se forem em pouca quantidade, que o recipiente seja de louça ou de metal; em grande quantidade, ficam no próprio lagar, sob a prensa.
  • Peneirar o líquido, de modo a retirar todas as sobras que possam contaminá-lo.
  • Colocar o líquido num barril ou noutro recipiente, durante 3 a 4 dias, mantendo-o aberto.
  • Após esse período, o barril deve ser rolhado, isto é, fechado. A rolha deve possuir um pequeno orifício para que os gases que o vinho vai continuar a emanar possam sair.
  • Deixar fermentar o vinho durante cerca de 6 semanas.

Esta fórmula apresenta limitações, mas qualquer pessoa poderá experimentá-la em casa. Lembre-se também de que, quanto maior a qualidade das uvas utilizadas para fazer o vinho, melhor será o resultado final!